Exames para detectar câncer colorretal

Segundo o Inca, esses tumores podem ser detectados precocemente por meio de dois exames principais: pesquisa de sangue oculto nas fezes e endoscopias –colonoscopia ou retossigmoidoscopias. Esses exames devem ser realizados em pessoas com sintomas sugestivos de câncer colorretal ou naquelas sem sinais, mas pertencentes a grupos de maior risco.

A recomendação para os descendentes diretos de pessoas que tiveram câncer de intestino é que comecem a fazer a colonoscopia dez anos mais jovem do que a idade que o parente teve o diagnóstico.

Entre os sinais de alerta, estão:

A mudança no hábito intestinal (diarreia ou prisão de ventre);

Desconforto abdominal com gases ou cólicas;

Sangramento nas fezes;

Sangramento anal;

Sensação de que o intestino não se esvaziou após a evacuação.

Dieta rica em fibras ajuda na prevenção A principal recomendação do cirurgião oncológico do Inca como forma de prevenção à doença é a adoção de hábitos saudáveis, com uma dieta rica em fibras, composta de frutas, verduras e legumes.

Além da prática de atividade física regular. “É importante evitar o alto consumo de carne vermelha e processada e de bebidas alcoólicas”.

O conteúdo acima faz parte da entrevista do Dr Rodrigo Otávio – Oncologista, para o site vivabem.uol.com.br

Contato

(21) 2267-5384 (21) 99246-4696
contato@rodrigootavio.com.br
Rua Visconde de Pirajá, 351 - salas 617/617 . Ipanema - Rio de Janeiro